29 Fev

SEGUE ABERTO O EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORIA 2016.1 DO CURSO DE FISIOTERAPIA DA MAURICIO DE NASSAU EM CAMPINA GRANDE

CCG-FOR-33 – EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DE MONITORIA – fisioterapia

INSCRIÇÕES: 01/03/2016 A 07/03/2016

escrito por tatiane.lima

28 Fev

Clínica escola ajuda pacientes em reabilitação

João Pessoa | Epitácio
Clincia  escola Após três paradas cardíacas criança só movimentava os olhos e hoje após tratamento apresenta melhoras e consegue se comunicarPor Vanessa Braz

Já imaginou ter um filho que praticava esportes como futebol e judô e após uma dor de cabeça ir para o hospital e ter três paradas cardíacas? Foi o que aconteceu com o filho da vendedora Edna Maria, Cristian de 11 anos, que após as paradas cardíacas seus únicos movimentos, se restringiram apenas  aos movimentos dos olhos.
O fato aconteceu em abril do ano passado. “Depois de ver meu filho quase morto, consegui entender o problema dele. Cristian nasceu com uma má formação cerebral, que nunca foi diagnosticada. Levava uma vida normal, sem limitações e hoje está em uma cadeira de rodas, mas graças a Deus vem aos poucos evoluindo”, conta Edna.
Dois meses após a internação sua mãe procurou atendimento na Clínica Escola da Faculdade Maurício de Nassau, em João Pessoa.O espaço conta com atendimentos nas áreas de Psicologia e Fisioterapia gratuitos à população. “Meu marido trabalha em um hospital e todos indicaram a Clínica. Desde setembro ele vem sendo acompanhado e é nítida a melhora dele”, destacou Edna.
Segundo a fisioterapeuta, Nicia Farias, Cristian chegou na  clínica sem realizar  movimento algum a não ser o dos olhos. “Ele não respondia a quase nenhum estímulo motor e com o trabalho de fisioterapia pediátrica estamos obtendo excelentes resultados. Ele sorri, responde sim e não, consegue fazer movimentos com os braços e as pernas. Nada seria possível sem o  acompanhamento especializado”,conta Nicia.
De acordo com a coordenadora da Clínica Escola, Ivana Torres, os atendimentos na clínica são totalmente gratuitos e os interessados devem apresentar os documentos pessoais. Na área psicológica o paciente passará por uma triagem, na área de fisioterapia será necessário apresentar encaminhamento médico.
A Clínica Escola da Faculdade retorna ao funcionamento a partir do dia 1º de março, de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h. E está localizada na Avenida São Paulo, 1103, Bairro dos Estados. Mais  informações através dos telefones (83) 98791-4654 e 99660-4856.

Já imaginou ter um filho que praticava esportes como futebol e judô e após uma dor de cabeça ir para o hospital e ter três paradas cardíacas? Foi o que aconteceu com o filho da vendedora Edna Maria, Cristian de 11 anos, que após as paradas cardíacas seus únicos movimentos, se restringiram apenas  aos movimentos dos olhos.O fato aconteceu em abril do ano passado. “Depois de ver meu filho quase morto, consegui entender o problema dele. Cristian nasceu com uma má formação cerebral, que nunca foi diagnosticada. Levava uma vida normal, sem limitações e hoje está em uma cadeira de rodas, mas graças a Deus vem aos poucos evoluindo”, conta Edna.Dois meses após a internação sua mãe procurou atendimento na Clínica Escola da Faculdade Maurício de Nassau, em João Pessoa.O espaço conta com atendimentos nas áreas de Psicologia e Fisioterapia gratuitos à população. “Meu marido trabalha em um hospital e todos indicaram a Clínica. Desde setembro ele vem sendo acompanhado e é nítida a melhora dele”, destacou Edna.Segundo a fisioterapeuta, Nicia Farias, Cristian chegou na  clínica sem realizar  movimento algum a não ser o dos olhos. “Ele não respondia a quase nenhum estímulo motor e com o trabalho de fisioterapia pediátrica estamos obtendo excelentes resultados. Ele sorri, responde sim e não, consegue fazer movimentos com os braços e as pernas. Nada seria possível sem o  acompanhamento especializado”,conta Nicia.De acordo com a coordenadora da Clínica Escola, Ivana Torres, os atendimentos na clínica são totalmente gratuitos e os interessados devem apresentar os documentos pessoais. Na área psicológica o paciente passará por uma triagem, na área de fisioterapia será necessário apresentar encaminhamento médico.A Clínica Escola da Faculdade retorna ao funcionamento a partir do dia 1º de março, de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h. E está localizada na Avenida São Paulo, 1103, Bairro dos Estados. Mais  informações através dos telefones (83) 98791-4654 e 99660-4856.

escrito por Giane Dantas

26 Fev

Combate ao mosquito chega à universidade

João Pessoa | Epitácio
26/02/2016 às 11:30
Aedes aegyptyCentro de Vigilância Ambiental orienta alunos para serem agentes fiscalizadores na faculdade

Por Vanessa Braz
O Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses de João Pessoa, na Paraíba, vem desenvolvendo ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti. Entre elas, está a formação de agentes multiplicadores na sociedade. Como parte dessa estratégia ocorre na próxima quarta-feira (2), uma palestra sobre como exterminar focos do mosquito, assim como, será formado um grupo de estudantes que serão agentes fiscalizadores na Faculdade Maurício de Nassau.
O encontro tem como objetivo alertar a população sobre o papel que cada um tem em fiscalizar o seu ambiente,seja em casa, no trabalho ou na vizinhança. “A Faculdade Maurício de Nassau conta com quase 7 mil alunos e trazer essa orientação com profissionais que lidam diariamente com o problema será muito importante para conscientizar os alunos e torná-los agentes multiplicadores”, destacou o diretor da unidade, Thiago Deiglis.
A palestra vai acontecer no auditório da Faculdade, localizada na Av. Epitácio Pessoa, a partir das 9h. A entrada é gratuita e aberta ao público. Na ocasião será formada uma comissão com alunos que serão voluntários no enfrentamento do mosquito na Faculdade. “Convidamos os alunos para abraçar essa causa e ajudar no combate ao mosquito. A equipe vai observar possíveis focos na instituição, com ajuda dos agentes ambientais e serão multiplicadores levando orientações para outros alunos em sala de aula”, conta  o diretor Nassau.
De acordo com o gerente do Centro de Vigilância, Nilton Guedes, o trabalho de educação e conscientização da população tem obtido bons resultados. “A mentalidade era de que o controle do mosquito se dava com a utilização de inseticidas e praguicidas. Porém, o que constatamos é que a população tem papel fundamental nesse controle que começa dentro de casa e se estende para a rua. Um simples copo descartável quando é jogado no chão ou o lixo que é depositado em um terreno baldio podem se tornar criadouros do mosquito e isso precisamos combater”, destacou.
Ao todo 331 agentes ambientais atuam no combate ao mosquito, além do  controle de outras de fatores de riscos ambientais biológicos e não biológicos que interferem na saúde humana. Como: controle de roedores, da raiva, esquistossomose mansônica,leishmaniose visceral, controle da água para consumo humano, entre outros. O Centro de Vigilância está localizado no bairro dos Bancários e a população pode entrar em contato pelo 0800 2827959.

Por Vanessa BrazO Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses de João Pessoa, na Paraíba, vem desenvolvendo ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti. Entre elas, está a formação de agentes multiplicadores na sociedade. Como parte dessa estratégia ocorre na próxima quarta-feira (2), uma palestra sobre como exterminar focos do mosquito, assim como, será formado um grupo de estudantes que serão agentes fiscalizadores na Faculdade Maurício de Nassau.O encontro tem como objetivo alertar a população sobre o papel que cada um tem em fiscalizar o seu ambiente,seja em casa, no trabalho ou na vizinhança. “A Faculdade Maurício de Nassau conta com quase 7 mil alunos e trazer essa orientação com profissionais que lidam diariamente com o problema será muito importante para conscientizar os alunos e torná-los agentes multiplicadores”, destacou o diretor da unidade, Thiago Deiglis.A palestra vai acontecer no auditório da Faculdade, localizada na Av. Epitácio Pessoa, a partir das 9h. A entrada é gratuita e aberta ao público. Na ocasião será formada uma comissão com alunos que serão voluntários no enfrentamento do mosquito na Faculdade. “Convidamos os alunos para abraçar essa causa e ajudar no combate ao mosquito. A equipe vai observar possíveis focos na instituição, com ajuda dos agentes ambientais e serão multiplicadores levando orientações para outros alunos em sala de aula”, conta  o diretor Nassau.De acordo com o gerente do Centro de Vigilância, Nilton Guedes, o trabalho de educação e conscientização da população tem obtido bons resultados. “A mentalidade era de que o controle do mosquito se dava com a utilização de inseticidas e praguicidas. Porém, o que constatamos é que a população tem papel fundamental nesse controle que começa dentro de casa e se estende para a rua. Um simples copo descartável quando é jogado no chão ou o lixo que é depositado em um terreno baldio podem se tornar criadouros do mosquito e isso precisamos combater”, destacou.Ao todo 331 agentes ambientais atuam no combate ao mosquito, além do  controle de outras de fatores de riscos ambientais biológicos e não biológicos que interferem na saúde humana. Como: controle de roedores, da raiva, esquistossomose mansônica,leishmaniose visceral, controle da água para consumo humano, entre outros. O Centro de Vigilância está localizado no bairro dos Bancários e a população pode entrar em contato pelo 0800 2827959.

escrito por Giane Dantas

26 Fev

Prezados,

Segue em anexo lotação referente as atividades práticas de Fisioterapia na Atenção Básica e Fisioterapia do Trabalho, das turmas da manhã ( 5º Na / 5º Nb );

Favor ficar atentos ao local e horário da atividade.

PRAZO PARA TROCA

26  a 29 de Fevereiro

Dúvidas, procurar os supervisores de Estágios de Fisioterapia.

LOTAÇÃO FISIOTERAPIA DO TRABALHO & ERGONOMIA- 5 NA.NB

LOTAÇÃO FISIOTERAPIA NA ATENÇÃO BÁSICA – 5 NA

LOTAÇÃO FISIOTERAPIA NA ATENÇÃO BÁSICA – 5 NB

escrito por Raquel Porto

26 Fev

Prezados,

Segue em anexo lotação referente as atividades práticas de Fisioterapia na Atenção Básica e Fisioterapia do Trabalho, das turmas da manhã ( 5º ma / 5º mb );

Favor ficar atentos ao local e horário da atividade.

PRAZO PARA TROCA

26  a 29 de Fevereiro

Dúvidas, procurar os supervisores de Estágios de Fisioterapia.

LOTAÇÃO FISIOTERAPIA DO TRABALHO & ERGONOMIA- 5 MA.MB

LOTAÇÃO FISIOTERAPIA NA ATENÇÃO BÁSICA – 5 MA

LOTAÇÃO FISIOTERAPIA NA ATENÇÃO BÁSICA – 5 MB


escrito por Raquel Porto

25 Fev

Seguem os horários  do semestre 2016.1

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P1NA

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P1MA

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P2NA

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P3MA

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P3NA

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P3NB

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P4MA

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P4NA

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P4NB

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P5MA

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P5NA

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P5NB

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P6MA

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P6NA

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P7MA

HORARIO DE APLICAÇÃO DE AVALIAÇÃO P7NA

HORARIO DE APLICAÇÕO DE AVALIAÇÃO 8MA

HORARIO DE APLICAÇÕO DE AVALIAÇÃO 8NA

HORARIO DE APLICAÇÕO DE AVALIAÇÃO 9MA

HORARIO DE APLICAÇÕO DE AVALIAÇÃO 9NA

escrito por Giane Dantas

25 Fev
A LAAF – Liga Acadêmica de Anatomia e Fisiologia é um grupo de estudos organizada por professores e acadêmicos do curso de fisioterapia da Faculdade Maurício de Nassau – Campina Grande, que realiza encontros semanais (terças às 17h00) com aulas teórico/práticas sobre diversos temas de anatomia e fisiologia para os alunos de todos os cursos da saúde da IES e publicações semanais de artigos na internet para divulgação de novas abordagens e atualizações sobre anatomia e fisiologia humana, além da produção de novas pesquisas.
Os alunos ouvintes recebem 2 horas complementares, as inscrições são gratuitas e ocorrem na pasta da LAAF na recepção das coordenações.
Os interessados em participar da LAAF como membro efetivo podem se  submeter ao processo seletivo em Agosto de 2016, fique atento a publicação do edital!! Mais informações através do site – http://laafnassau.wix.com/laaf ou da página no facebook – Facebook.com/LigaAcademicaDeAnatomiaeFisiologia.


escrito por tatiane.lima

18 Fev

BOM DIA ESTUDANTES
POR GENTILEZA CHEGAR NO HORÁRIO, PARA NÃO ATRAPALHAR A AULA.
VAMOS COLABORAR COM UM AMBIENTE DE ENSINO/APRENDIZAGEM.

escrito por Sebastião Silva

17 Fev

Prezados, segue lotação do Estágio Supervisionado II e Atividade Prática de Fisioterapia em Urogineco e Obstetrícia– 7º período.

>>> CONFERIR AS  LOTAÇÕES COM ATENÇÃO <<<

Ficha de Frequência e Ficha de Avaliação devem ser entregues no primeiro dia de estágio supervisionado.

Ficar atento as observações que contam em lotação e prazos abaixo.

> ESII: SERÃO EFETUADAS TROCAS CASADAS

PERÍODO DE TROCA: 17 E 18

PERÍODO DE ASSINATURA DE TERMO DE COMPROMISSO: 19 E 22 DE Fevereiro

Qualquer dúvida procurar os supervisores de estágio.

UNINASSAU RECIFE- FISIOTERAPIA 2016.1- 7° PERÍODO- ESTÁGIO II

UNINASSAU RECIFE- FISIOTERAPIA 2016.1-7 ° PERÍODO-ATIVIDADE PRÁTICA

FICHA DE FREQUENCIA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

FICHA DE AVALIAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO II

escrito por Raquel Porto

17 Fev

escrito por Nara Porto

  • Recife | Graças
  • Fortaleza
  • Belém
  • Caruaru
  • Recife | Boa Viagem
  • Recife | Dantas Barreto
  • Piauí | Teresina (Aliança)
  • Piauí | Teresina (FAP)
  • Piauí | Parnaíba (FAP)
  • João Pessoa
  • Campina Grande
  • Salvador | Patamares
  • Salvador | Mercês
  • Salvador | Pituba
  • Lauro de Freitas
  • Lauro de Freitas
  • Natal
  • Maceió | Ponta Verde
  • Maceió | Mangabeiras
  • Maceió | Farol
  • Aracaju
  • São Luis
  • Manaus
  • Manaus

Passe o mouse na cidade desejada para obter ENDEREÇO e TELEFONE da unidade